sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Usa óculos ? Usa aparelho ? Você se fudeu!

Por Don Vito Corleone



Confrades, que as mulheres são extremamente exigentes e megalomaniacas todos nós já sabemos, mas mesmo sabendo disso eu ainda fico abismado com a crueldade delas com homens que tenham qualquer tipo de 'defeito' fisico, mulheres sentem nojo de homens que usam óculos! Quando elas conhecem um homem que usa óculos, automaticamente já o tiram pra miguxo assexuado! 

Do mesmo jeito que uma leoa não quer se envolver com um leão que tenha qualquer defeito fisico por medo de ter filhos doentes, uma fêmea humana também não quer um homem que tenha um simples problema de visão ...

O mesmo se encaixa para aparelho, uma mulher quando vê um homem usando aparelho nos dentes fica muito feliz, pois ela já achou um amigay pra falar sobre o professor bonitão do cursinho de ingles. Nunca conheci um pegador que usasse aparelho ou óculos, isso prova que mulheres tem nojo desse tipo de homem.

Aos que usam óculos, aconselho a usarem lente de contato, nada deixa um homem com mais cara de beta do que óculos, é triste mas é a real.
Sai de tua infância amigo, acorda!

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Não, ela não é diferente!

Por Don Vito Corleone



Eu sei que você acha que finalmente encontrou a mulher exceção, uma mulher que te entende, é uma ótima companheira e que ainda por cima concorda com tudo que você fala sobre a real! Sei também que você é o macho alfa da relação, domina a namorada/mulher completamente com os ensinamentos da real e segue os livros do Nessahan Alita a risca, você é o cara! Está por cima da relação e aprendeu finalmente como vencer a tal guerra da paixão.

Tudo que é falado sobre a real se encaixa em todas as mulheres do mundo, menos na sua querida e amada namorada, você simplesmente não consegue imaginar que uma menina tão angelical e meiga seja capaz de lhe aprontar alguma putaria ou trairagem, por mais que você tente negar para você mesmo você está totalmente apegado a ela, e quem não se apegaria a uma menina dessas ? 

Ele disse que eu sou uma mulher diferente! kkkkkkk

Você mente para sí mesmo dizendo que 'vai dar o pé na bunda dela' e que não é nem um pouco apegado a menina, sem perceber deixa passar varios e varios sinais de que a sua namorada é uma vadia igual a qualquer outra, faz vistas grossas para aquele 'amigo sem maldade' dela, ou para aquela saida estranha que ela deu no dia anterior, e tudo isso pra que ? Apenas pra se enganar e continuar vivendo a doce ilusão de um relacionamento perfeito!

Nós vemos apenas o queremos ver! Se você quiser ver que a sua namorada é uma santa você verá, infelizmente vejo muitos confrades pensando que conseguiram dominar o seu relacionamento e sinceramente, sinto pena desses pobres homens que acham que é possivel dominar uma mulher e mudar a cabeça dela, fazendo-a se tornar uma mulher melhor e decente! Sinto pena pois sei que logo eles cairão do cavalo e verão o quanto foram burros por achar que isso seria possivel.

Não adianta querer colocar lógica na cabeça das mulheres, elas trocam um casamento de 10 anos com 3 filhos e uma vida de felicidade, por um simples beijo do cafa bonitão do trabalho. Aos que pensam que estão por cima, abram o olho com as suas namoradinha ... Eu já caí nessa armadilha de achar que era o dono do relacionamento e me fudi, não cometam o mesmo erro .

Não, ela não é diferente!
Sai de tua infância amigo, acorda!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Revista G: uma prova de que elas não ligam pra sexo

Por Arthur Vinicius


Uma das coisas que me chama a atenção é a fato de que as revistas que mostram homens nus, como a G Magazine, não ter alta circulação perante o público feminino; antes, os gays é quem são o principal público dessas revistas. 


É fato que homens fortes, sarados, despertam atração nelas, mas isso não quer dizer que elas ficam loucas pra ter sexo com caras assim a qualquer custo. Pra elas, tudo depende do CONTEXTO, e não do homem em si. Explicando melhor, pra ter vontade de fazer sexo com o cara, tem que haver a competição com outras mulheres; o cara tem que ter um carro pra levá-las ao motel; ou quem sabe fazer algo "proibido", como em sua casa ou na casa do cara, na qual haja uma possibilidade de serem flagrados pelos pais (o mesmo vale em locais públicos).


Mas o homem peladão numa revista? Isso é ridículo para elas. Do contrário, se elas tivessem a mesma tara que os homens têm por uma mulher pelada, elas fariam questão de comprar tais revistas. Mas você pode dizer que tem filmes pornôs espalhados pela internet, e que muitas delas assistem escondidas dos pais. Isso também não procede, porque elas podem ter sexo quando bem quiserem; não precisam desembolsar grana, malhar pra ganharem músculos ou ter lábia pra terem sexo com alguém.

Logo, quando uma mulher se mostra fogosa e disposta a tudo na cama, isto é tão somente uma arma para prender um potencial provedor. O sexo pra elas, antes de ser visto como uma fonte inesgotável de prazer, é visto como uma moeda de troca pelos favores que o homem pode proporcionar a elas, seja elas materiais ou emocionais. Mulheres não são e nunca foram taradas por sexo. O que vale é apenas o fetiche ou a possibilidade de se darem bem na vida. Mulheres não fazem amor, fazem negócios. Aprenda isso.

FIM.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Abortos são proporcionais à renda do homem

Por Arthur Vinicius


Sabe-se que milhares de mulheres no Brasil e no mundo fazem abortos. 


Mas algo que pouca gente se dá conta é de que tal procedimento satânico é feito mais quando essas mulheres irresponsáveis (e homens também)percebem que os caras com os quais se envolvem não têm condições financeiras para sustentar a criança. 


Contudo, quando o cara tem grana, e o mesmo deseja que elas façam o aborto, elas logo tratam de mudar de conversa e mostram-se pessoas de altos padrões morais, dizendo que isso é inadmissível e que têm juntos que pagar pela irresponsabilidade cometida, e assim fazem da criança uma espécie de Previdência, requerendo uma pensão alimenticia vitalícia, a qual a grana servirá mais para satisfazer aos caprichos delas e menos para cuidar da criança.




Logo o homem não tem direito algum de querer que a mulher faça aborto (muito embora esta prática seja inadmissível), e tal prática é feita somente quando a mulher percebe que a criança não poderá lhe trazer nenhum benefício financeiro. Do contrário elas levam a gravidez adiante para estornarem o cara. 

O homem não tem poder de decisão sobre aborto. Somente elas.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

É mais provável uma mulher exceção do que uma mulher honrada

Por Lawlyet W



Este é meu primeiro tópico, apesar de ter decido evitar escrever tópicos por ainda não considerar meu conhecimento o bastante para contribuições deste tipo. Vocês devem ter percebido que eu apenas comentava os tópicos dos confrades ou mesmo que ficava apenas lendo. Resolvi quebrar minha própria regra e escrever este por ser um assunto que ainda não vi ser analisado.

Alguns podem ficar chocados com o título e dizer que estou tentando arrastar os membros para a Matrix. A esses peço que leiam o texto inteiro com calma enquanto tento explicar tudo detalhadamente.

Já vi membros dizendo que mulher exceção não existe, mas que esperam encontrar uma mulher honrada. Não é minha intenção entrar em um debate sobre a existência ou não da mulher exceção. Muito menos mudar os pontos de vista dos membros. O que quero aqui é dizer que não importa se mulheres exceções existem ou não. Se elas existem, o número é ínfimo, mas menor ainda é o número de mulheres honradas. E se elas não existem, mulheres honradas também não existem.

O lado obscuro já foi discutido aqui diversas vezes e acredito que a maioria chegou a um consenso de que o lado obscuro da mulher é a hipergamia. Traições, jogos, manipulações, todas estas características traçam um paralelo com a hipergamia. Mesmo que em alguns casos não tenham objetivos diretamente hipergâmicos, fazem parte do pacote, ou pelo menos são um bônus, equipamentos adicionais do pacote hipergâmico.

Sim, por mais que eu não goste de acrescentar o incentivo social à discussão por ser geralmente argumento de esquerdistas, ele tem muito a ver com o afloramento do lado obscuro da mulher. Mas ao contrário do que dizem esquerdistas, o social é apenas um detalhe, uma suplementação. Não podemos negar o lado biológico da coisa. A natureza nos programou para a sobrevivência e só podemos viver para sempre mantendo nossos genes vivos. Não é novidade que nossa motivação para o sexo é completamente relacionada ao fato de podermos ter quantos filhos quisermos com quantas mulheres quisermos. Por essa razão temos a tendência de valorizar qualquer tipo de mulher, mesmo as abaixo da média. É ínstintivo. Na mulher, o desejo sexual é hipergâmico. Elas só podem ter filhos uma vez a cada nove meses com um único parceiro. Por isso elas biologicamente são incentivadas à escolher o macho alfa. Nesse caso, para a mulher poder ser uma exceção, ela deveria ser biologicamente deficiente, ou seja, não procurar instintivamente a sobrevivência e passar a ver as coisas de forma mais lógica, como nós homens vemos.

E aonde é que entra a honra? Como sabemos, apesar dos nossos instintos de sobrevivência, os homens aceitam um relacionamento monogâmico, baixando sua capacidade genitora ao ritmo da capacidade da mulher. Isso acontece devido aos valores morais. Ser honrado significa fazer o que é correto e moral, mesmo que tenhamos desvantagens com isso. Mas as mulheres são incapazes de ir contra os próprios instintos. Elas não ligam para a moral e o próprio biológico delas as leva à relativização de todos os erros usando a própria fragilidade como arma, pois conhecem, mesmo que inconscientemente, nosso instinto protetor.

A sociedade se mostrou incapaz de impor limites à mulher e para piorar, manteve os limites aos homens enquanto nas mulheres apenas mudou alguns conceitos. A hipergamia continua, mas o que era considerado alfa antigamente não é mais considerado alfa hoje. A sociedade imputou facilmente novos critérios de seleção nas mulheres apenas mudando o padrão de alfa. Antes um alfa era um homem que valorizava o masculino, que era honesto, bondoso e trabalhava de forma honrada. Nos primórdios era o mais agressivo capaz de proteger sua tribo e família. Hoje é o playboy, o falastrão, o famoso, o pitboy, o marginal. O alfa dos anos 50 se tornou o beta de hoje, enquanto os boêmios sedutores que já eram uma espécie de marginalidade alfa, amor bandido, se consolidaram como alfas absolutos.

E o marginal declarado hoje? O bandido, o traficante, o assassino, o estuprador? Como são vistos hoje? Hoje eles deram o passo que faltava para sair dos sonhos femininos e entrar na vida sexual feminina. Enquanto antigamente o amor bandido era o cafajeste boêmio e sedutor, hoje o amor bandido recebeu de braços abertos o verdadeiro bandido, já que estes cafajestes do passado os "bons partidos" de hoje.

Isso nos prova que é possível mudar os atores do amor passional feminino, mas não o cenário. O cenário nunca irá mudar. Por mais que condutas morais sejam criadas, apenas o ator mudará, mas o cenário continuára o mesmo: A hipergamia.



A imutabilidade do cenário hipergâmico serve como prova concreta da ausência de honra no feminino. O tempo provou que homens são capazes de reprimir o próprio instinto de sobrevivência pela moral. O casamento é a maior prova disso, pois significa que o homem ficará com apenas uma mulher ao invés de seguir o curso da natureza e procurar o maior número de mulheres possíveis para procriar. Mas para as mulheres o casamento não impede a hipergamia. Elas podem procurar o casamento com um alfa destacado, com um homem extremamente rico e com quem mais sua biologia mandar. Ela não precisa trair, pois a própria hipergamia é o eqüivalente da traição.

Alguns podem estar se perguntando porque é possível mudar o ator, mas não o cenário. O ator pode ser facilmente trocado porque para ser considerado um alfa pela mulher é necessário o status social e quem tem o status é justamente quem a mídia e a sociedade diz que tem o status. Homens viris como os de antigamente não são mais considerados alfa pela sociedade. A mídia que está sempre andando ao lado dos movimentos gays colocou homens delicados como símbolos, cafajestes, falastrões, metrossexuais, endinheirados. Por isso é normal vermos mulheres chorando por Justin Bieber, Neymar, Fiuk e até mesmo PC Siqueira. Todo o status deles vem da mídia. Tire a fama e não lhes sobrará nada. Como sabemos, mulheres são teatrais, o gosto delas é inexistente, esse sim é definido pelo social.

Mas o cenário não pode mudar, pois a própria hipergamia feminina já age como uma espécie de escudo protetor contra a moral. Ela impede a mulher de perdê-la. É como um vírus que não pode ser atacado por anticorpos. Só é possível ter honra se não existir a hipergamia. A hipergamia se protege por meio da auto-infantilização, da chantagem emocional e do relativismo moral. Para a hipergamia tudo é permitido e todos os erros são relativizados. Podemos constatar isso vendo o orgulho que elas tem do próprio erro. Só estamos acostumados a ouvir frases como "não me arrependo de nada, só do que não fiz" da boca de mulheres. Podemos até conseguir domar a mulher com o conhecimento de Nessahan Alita e da Real, mas isso não significa que conseguimos mudá-la, significa apenas que nosso conhecimento da Real ao ser aplicado na mulher fez com que seu escudo hipergâmico trabalhasse de uma forma diferente para proteger seu relacionamento enquanto o mesmo for considerado vantajoso. Nesse caso, o vantajoso não precisa ser necessariamente aplicado em termos financeiros ou mesmo de bons tratamentos e sexo, mas sim em termos de manutenção do ego. O homem que sabe aplicar corretamente a Real está mexendo inconscientemente com sua hipergamia. Acaba sendo uma espécie de manutenção inversa do ego. Tratamentos frios bem distribuidos sem polarizar, liderança e comando. Tudo isso não apenas faz a mulher te ver como um alfa seguro de si, mas também mexe com seu ego. Ela continua com o homem que aplica a real na tentativa de vencê-lo. Ela se torna submissa por ser parte do próprio jogo hipergâmico inconsciente. Da mesma forma que aquele que se finge de morto para comer o cu do coveiro, a mulher se faz de submissa enquanto espera pacientemente um sinal de fraqueza para atacá-lo e sentir que venceu a guerra do paixão.

A hipergamia bloqueia qualquer tentativa de comportamento honrado na mulher, mas tenta compensar isso com um orgulho mascarado de honra. Acredito que muitos confrades já perceberam que muitas vezes honra é confundida com orgulho. É isso o que acontece com a mulher. Enquanto a honra, que é uma coisa masculina, tem a ver com fazer o que é certo e moral, mesmo que isso signifique ficar por baixo muitas vezes, o orgulho, que é feminino, significa vencer à qualquer custo, atingir seus objetivos, independente dos meios usados para isso. O orgulho é completamente ligado ao ego. Para as mulheres de nada vale agir corretamente se não atingirem os objetivos, enquanto para os homens é melhor perder algumas batalhas mas jogar de forma honesta. Para as mulheres nõa importa a forma como agiu, como jogou, se magoou pessoas, se destruiu vidas. Apenas os objetivos alcançados. Para elas o importante é poder continuar com o nariz em pé. Podemos ver vários exemplos disso no cotidiano: mulheres que jogam emocionalmente, que traem, que transam com cafajestes a juventude toda e depois de velhas escolhem o beta que sempre repudiaram para casar apenas porque este teve sucesso na vida, mulheres que usam o corpo em troca de benefícios, dinheiro, cargos. Todos estes e vários outros comportamentos vistos como comuns e até aceitáveis hoje são exemplos da falta de honra dando lugar ao orgulho, tudo isso motivado pela hipergamia.

Por isso o título do tópico. Não importa se existem ou não mulheres exceções, mas é impossível uma mulher ser honrada se ela não for uma exceção. E como vimos, a hipergamia é impossível de ser anulada ou mesmo reprimida. Toda atitude feminina, ruim ou boa, é um reflexo da hipergamia. Para a hipergamia acabar a mulher teria que nascer de novo e vir ao mundo como exceção, o que significa uma falha biológica, o que mesmo que fosse possível, seria raríssimo, tendo em vista as estatísticas da genética.

Mas não é minha intenção discutir mulheres exceções, apenas tentar postular uma teoria de que mulher honrada é tão raro ou impossível de existir quanto exceções e aproveitar para reafirmar com isso o que já disse em outros tópicos: Jamais procure um relacionamento. Mesmo que seja possível a existência da mulher exceção, é altamente improvável que você a encontre. Gaste este tempo jogando na loteria que você terá mais chances de enriquecer. Não sou contra relacionamentos, mas procurar por um é burrice. Deixe que elas te procurem e aí sim faça sua análise de custo-benefício. Conhecer a Real, tê-la internalizada e poder aplicá-la naturalmente é a coisa mais importante na vida do homem, mas é estupidez, risco e perda de tempo colocar em sua vida alguém com quem você terá que passar a maior parte do tempo jogando. Isso vai na contramão do desenvolvimento pessoal que é o que mais prezamos aqui.
'Se cometi tantos erros, se tão rico e variado é o repertório dos meus pecados, para que inventar mais um, acusando-me logo daquilo que não fiz?' - Olavo de Carvalho

http://formspring.me/lawlyetwallace

[Desabafo]Quando você tá na merda,ninguém quer saber

Por Donnie Yen



Não sou de fazer tópicos de desabafo.Devido a certas coisas que andaram acontecendo comigo e a tremenda falta de consideração das pessoas,resolvi abrir esse tópico.

Alguns sabem que eu estou todo fudido.Estou com 8 lesões no corpo.Começou assim:eu estava treinando normalmente com o meu professor.Fiz uma abertura de perna bem devagar,e sofri um estiramento nas 2 virilhas.Tive que parar com os treinos de kung fu.Depois disso apareceu uma lesão nas 2 mãos quando eu estava jogando video game.

Quando eu estava na sala de aula do curso preparatório,eu bati o cotovelo esquerdo com força em uma cadeira.Comecei a sentir dores e estalava por qualquer coisa.

E não acaba por aê.Eu tinha feito a prova do Enem e quando voltei pra casa de ônibus,desci de mal jeito e senti que ferrei os meus 2 joelhos na hora.Fui colocando gelo e deu uma melhorada,mas continuei com o problema.

Outra vez também minha mãe fez uma brincadeira de mal gosto comigo quando eu estava dormindo,e eu empurrei(não fiz de maldade,estava acordando) e ela foi jogando o peso do corpo no meu braço,e meu cotovelo direito começou a doer.E por último,mesmo todo ferrado,ela insistiu que eu pegasse uma caixa pesada pracaraca,e o meu joelho esquerdo já estava ferrado.Ferrou mais ainda,pois peguei sozinho,e tive que imobilizar.

Estou agora imobilizado e sentindo dor o dia inteiro.Nunca tive muitos amigos,mas cadê eles nessas horas?Sumiram.Só apareceu um até agora.E quando eu peço favor pro meu irmão?Nunca faz,e se faz,faz com uma má vontade do caramba.E pra pedir dinheiro de passagem(não estou trabalhando)?Não tenho dinheiro,se vira,vai até o curso a pé.Fui a pé sozinho pro curso hoje sozinho.Detalhe:não posso fazer esforço.É assim que as coisas estão sendo.Todo mundo cagando e andando pros meus problemas.Tenho que me virar praticamente sozinho nessas condições.Minha mãe me ajuda em uma coisa ou outra,mesmo assim,vejo uma certa má vontade.

Minha experiência na Real tá me ajudando muito nessas horas.Outra coisa que me ajudou foi quando eu estava indo a clínica e vi que tinha um cara sem uma perna,e fiquei pensando:graças a Deus não estou no lugar dele.Na hora parei de reclamar comigo mesmo quando vi essa cena.Isso também é uma boa forma de amenizar problemas.Sempre vai ter alguém numa situação pior que a nossa.

Esse tópico não traz nada de tão novo.Mas serve pra mostrar que quando passamos pelas maiores dificuldades,ninguém quer saber de porra nenhuma.Muitas dessas coisas nem mesmo me surpreenderam tanto,a não ser a falta de consideração do pessoal daqui de casa.Mas já estou mais tranquilo devido a Real.E como aqui é um bom lugar pra desabafar e têm bons membros,deixo aqui esse meu desabafo.
Só é lutador quem sabe lutar consigo mesmo.
http://www.formspring.me/donnieyen10

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

[Reflexão]Tente ser o melhor nos dias de hoje e ESTUDEM

Por Bodyhunter


Com o crescimento exacerbado do feminismo, presenciamos um aumento considerável de mulheres nas universidades e em empresas. O homem está ficando pra trás e muitos não se deram conta disso. Enquanto muitos homens se preocupam em apenas se dar bem perto das mulheres, estas, por sua vez, aceleraram na busca de suas conquistas, promiscuidades e liberdade desenfreada totalmente para satisfazerem seus egos. Um dos melhores textos do doutrinador que já li em seu blog disse a mesma coisa: “Homens do bem e honrados, parem de se preocupar somente com piriquitas e estudem!!”. Esse texto diz tudo, vale a pena muito ler.

Não é difícil afirmar que homem feio e pobre sempre foi um ser invisível na sociedade. A mulher, pelo contrário, se for pobre, mas aparentando traços de beleza, tem grandes chances de sair por cima financeiramente. Para o homem, a beleza é o principal atrativo, mas para a mulher, o mais importante ao se sentir atraída por um macho é ter status, dinheiro, segurança, o que atrai para si a confiança em tomar atitudes(isso já foi bastante discutido aqui pelos guerreiros mais antigos).





Esse método é notório em qualquer lugar. No serviço público, por exemplo, aquele que assume uma função de elevado valor econômico, exerce um poder altamente atrativo para com as mulheres. O secretário, o diretor, o superintendente, todos esses citados e outros possuem o mel na mão. Será que um estagiário ou um mero mortal que não ganhe bem teria chances elevadas contra um indivíduo dotado de todas essas qualidades mencionadas no parágrafo anterior? Dificilmente.

Se você é um indivíduo como eu, que não nasceu em berço de ouro ou que não ganhou na mega sena, bom.. o que tenho pra te dizer é que o mundo será mais árduo contigo, porém ao conquistar o que almeja, verás que tudo valeu a pena e que nada foi em vão. 

Para aqueles que têm ajuda financeira dos pais, aproveitem essa oportunidade. Nossos pais, na maioria das vezes, são os verdadeiros colaboradores do nosso futuro. São eles que nos incentivam a estudar, a correr atrás do futuro e das conquistas. Muitos reclamam que o estudo não é importante. Vejo milhares de jovens que agridem os pais verbalmente ou fisicamente por não se importarem com o futuro e sim com o agora. Lembre-se: aquele homem inteligente, “nerd” que é ridicularizado em frente aos garanhões de plantão serão os prováveis destacados de amanha. Todos percebem isso facilmente em qualquer etapa da vida. 



Não queiram vingar das mulheres de seu período colegial atingindo-as verbalmente ou moralmente só porque você atingiu nível uma capacidade financeira tranqüila. Como dizia o autor Baltazar Gracian em seu livro “A Arte da Prudência”: “O desprezo é a forma mais sútil de vingança.” e essa tambem deste autor diz tudo: "Não há maior vingança do que o esquecimento."

A vida não é um mar de rosas como acontece nessas novelas. Infelizmente, seu poder de barganha é medido de acordo com o que você pode oferecer. Será que o jogador Adriano, Ronaldinho gaúcho e muitos outros, caso fossem vendedores de picolé, ficariam com mulheres atrativas aos olhos de nós medianos? Isso nem preciso responder.

Portanto, é essencial que tenhamos foco primeiramente em nós. Não podemos deixar de estudar, de aprender, enfim, crescer em todos os sentidos da vida em prol de uma mulher. Elas “cagam” e “andam” pro fracassado. Lute sempre em prol de seu bem estar. Não seja um fracassado aos 30 anos de idade sem ter feito algo decente e que desse orgulho para você e seus pais. 



Apesar das grandes injustiças, somos privilegiados de poder ter acesso a livros, doutrinas, internet (no lado positivo) e outros tantos materiais para o crescimento. Para aqueles que tiveram o prazer de conhecer a REAL antes dos 20, só digo que você é um privilegiado. Muitos aqui não tiveram esse prazer, assim como eu que já beira os 25 anos. 




Aproveitem os ensinamentos passados pelos confrades mais experientes: Tigre Banco, Doutrinador, Travis, Moh Humirde, Paul, Conde, Predador, Luiz e outros que esqueci os nomes. Eles estão aqui para dizer como que funciona o sistema , já que vivenciaram mais todo esse processo. Vale a pena, desde cedo, buscar entender a REAL e, humildemente, crescer e aprimorar o seu aprendizado.